29 abril

O que tem a ver ansiedade e ereção?

Recebi uma pergunta de um seguidor, a contraponto a respeito de um comentário meu sobre homens que não sabem se importar com o prazer feminino, e ele relatou ficar tão ansioso em agradar que acaba perdendo a qualidade da ereção.

E isso faz todo sentido. Ereção e ansiedade são inimigas mortais. Analogias a parte, não é exagero meu. Costumo brincar com meus pacientes de que o pênis é um órgão muito fiel à mente e não adianta tapear ele. Se você estiver com algum problema emocional, dificilmente isso não vai se refletir no seu desempenho sexual, seja por meio de ereção, orgasmo ou até desejo sexual.

Por isso o tratamento psicológico com psicólogo sexólogo se mostra bastante eficaz nesse sentido, o tratamento consiste em pegar a raiz emocional da questão e trabalhar juntamente exercícios de sexologia e não caso da minha linha de trabalho, também ferramentas da psicologia cognitiva comportamental.

Deixemos os termos técnicos um pouco de lado. A ansiedade é piorada quando o objeto ao qual a ansiedade está direcionada encontra-se presente no ato sexual, que no caso aqui analisado é a companheira. Não hesito em recomendar o tratamento personalizado quando as coisas chegam a esse ponto. Porém algumas atitudes podem te ajudar a amenizar ou prevenir que a ansiedade por desempenho se instale.

  1. – Tenha consciência do que o sexo representa na sua vida e no seu relacionamento. Muita gente coloca o sexo em um pedestal ao qual não o cabe. Sexo é bom, faz parte do relacionamento, mas não é ponto central da vida.
  2.  – Procure conversar com sua parceria sobre o ato sexual em si. Quanto mais vocês alinharem o que gostam na cama, menos você vai se sentir ansioso ou ansiosa em agradar, tendo em vista que você já recebeu toda informação que precisa. Quem mais para saber do seu próprio prazer do que nós mesmos, não é? Pelo menos é o que deveria ser.
  3.  – Não se torture com falhas de ereção. Os homens costumam sentirem-se derrotados e menos masculinos e as mulheres tendem a achar que há algo de errado com elas. Ledo engano, geralmente se trata mais de um processo emocional que está indiretamente dando resultado disfuncional do que uma simples culpa por si só. A área sexual é extremamente sensível, cuide bem dela.

Enfim, procure ajuda profissional o quanto antes. Infelizmente muitos homens procuram ajuda quando o quadro está crítico por puro preconceito ou por achar que sozinhos conseguem resolver. Não se aventure em substâncias milagrosas, procure um psicólogo sexólogo ou um urologista que vai te passar a orientação mais eficaz para o seu caso, seja ele emocional ou físico. E como para qualquer tratamento de saúde, quanto mais cedo começar, melhor.

E se te faz sentir melhor, acontece mais do que se imagina. Infelizmente levamos um estilo de vida extremamente favorável para desenvolvimento de quadros ansiosos. Feliz é quem consegue vencer as barreiras e se tratar. Busque ajuda.

Segue meu vídeo falando um pouco mais sobre o assunto:

Um abraço e até o próximo texto!

Tags:, , , ,

Comentários

comentários

Receba dicas e atualizações da Anima em seu e-mail: